12 maio 2010

Os gigantes se encontram na África do Sul

A África do Sul é um dos paises mais ricos em biodiversidade do mundo. No país se encontram centenas de espécies de aves, insetos. mamiferos, etc.
Em um safari por terras sulafricanas podemos encontrar, entre ourros, os gigantes do Big Five: Leão, elefante, rinoceronte, búfalo e leopardo.

Na fauna magnífica do território da África do Sul destacam se pelo tamanho e exuberância alem dos cinco gigantes africanos as girafas, hipopotamos, baleias e golfinhos em seus mares.

Ameaça de extinção
Uma série de fatores se acumulam para ameaçar a continuidade da existência dos leões: seu número populacional reduzido, a constante redução de seus territórios e a caça indiscriminada são os principais. No continente africano, o mais grave fator a contribuir à sua extinção tem sido o abate retaliativo dos seres humanos.

Atualmente todas as espécies de elefantes são considerados como espécies em perigo de extinção, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (UICN). Os elefantes encontram-se ameaçados pela caça ilegal e perda de seu habitat. O marfim de seus dentes é usado em jóias, teclas para pianoe para outros objetos. Animais maiores, de vida longa e de reprodução lenta como os elefantes são mais suscetíveis à caça excessiva que outros animais. Eles não podem se esconder e são necessários muitos anos para um elefante crescer e reproduzir-se.

Existem aproximadamente 3 mil rinocerontes negros pelas regiões africanas ao sul do Saara. Por esse motivo, a caça ao rinoceronte é um dos desportos mais procurados pelos caçadores profissionais e "turistas" que se embrenham na África à procura de sensações fortes. Existem em torno de 8500 exemplares de rinoceronte-branco do sul, enquanto a subespécie Ceratotherium simum cottoni, o rinoceronte-branco do norte, conta com provavelmente menos de 30 espécimes.

Os motivos para a diminuição da população dos búfalos-africanos foi a caça predatória, o uso do seu habitat como campos de agricultura, secas e a introdução no continente africano de pestes e doenças. Atualmente é considerado um animal fora do risco de extinção devido a proteção em parques nacionais e reservas privadas nas regiões da savana africana, entretanto o seu habitat tem diminuído em área a cada ano.

Os dados de 1996 constataram que o leopardo tem a maior população entre os gatos selvagens, ocorre amplamente na África Oriental e Central, embora as populações tem mostrado uma tendência decrescente e são fragmentadas fora da África subsaariana. De acordo com a IUCN, dentro da africa sub-saariana a espécie é "ainda numerosa e até prospera em ambientes marginais", onde outros grandes felinos já desapareceram, mas que as populações do Norte de África podem ser extintas.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo