19 setembro 2010

China o grande megadiverso asiático

A China é um dos dezessete países megadiversos, encontra-se em duas das mais importante Ecozonas do mundo, A Paleartica e a Indomalaya. Na zona Paleartica são encontrados mamíferos como o cavalo, camelo, antas e o gerbo. Na região Indomalaya são encontrados animais como Leopardo, rato de bambu, tupaia e várias espécies de macacos e símios. Existem algumas sobreposição entre as duas regiões, por causa da dispersão natural e da migração, os antílopes e cervos , ursos, lobos , porcos e roedores são encontrados em todos os ambientes climáticos e geológicos.



O famoso panda gigante pode ser encontrada apenas em uma área limitada ao longo do Chang Jiang. Há um grande problema com o comércio de espécies ameaçadas de extinção, embora já existam leis para proibir tais atividades.

A China também contém uma enorme variedade de florestas. Na verdade, a China têm um quarto de todas as espécies de plantas e animais do planeta. Há mais de 30.000 espécies de plantas nativas na China, representando cerca de um oitavo de espécies encontradas no mundo, incluindo milhares que não são encontradas em nenhum outro lugar na Terra.

Com uma geografia e clima variados criou-se no solo chinês uma riqueza de habitats para a vida selvagem, mas a enorme população do país colocou pressão sobre o ambiente, levando algumas espécies a beira da extinção.

O mais famoso dos animais na China, o panda gigante, sobrevive em bolsões de floresta de bambu de grande altitude em todo o sudoeste. Cerca de 1.500 pandas gigantes sobrevivem e seus números estão crescendo lentamente. Por outro lado, o indescritível Cão selvagem, outra espécie criticamente em perigo, é uma das espécies menos conhecidas. lobos tibetano e outros canídeos estão quase ameaçados. A poucos tigres siberianos restantes nas terras altas do nordeste, enquanto o tigre do sul corre perigo critico e so é encontrado nas reservas de Fujian e Guangxi. Menos raridades e também bem conhecidos são o macaco dourado de nariz achatado e o jacaré chinês, ambos possíveis de se ver na natureza.

A avifauna da China tem um total de 1.314 espécies, das quais 52 são endêmicas, Duas foram introduzidas pelo homem e 55 são raras ou acidentais. Oitenta e sete espécies estão ameaçadas.

Atualmente, a ameaça de extinção da flora e fauna da China afeta espécies endêmicas e raras como o panda gigante, o tigre do Sul, o golfinho do rio Yangtze, o Ibis de crista e uma série de outras plantas e animais.

Destes, o panda gigante é o mais populoso, com cerca de 1500 indivíduos na natureza, enquanto que a população inteira do Ibis de crista seja, talvez, 45, e do golfinho lacustre do Yangtze tenha um número inferior a 20. Outros animais em perigo são o dhole e o leopardo das neves, o elefante asiático, encontrado em Xishuangbanna perto de Laos e do Vietnã, o macaco dourado, o jacaré Yangtze, e espécies migratórias, como o Grou Japonês e o grou do pescoço preto. O Status e a distribuição de espécies endémicas como o lobo cinzento e a raposa corsac são totalmente desconhecidos.

2 Comentários:

Suziley disse...

Acho tão lindo o Panda. Ele é tão "fofo"...hehe!! Que riqueza de bichos existe na China, heim?!! Valeu. Um grande abraço, Cleisson, boa noite ;)

GE disse...

Boa tarde Cleisson. Você tem mais informações sobre a fauna e flora dos rios da China? Estou em pesquisa de um trabalho para o site abaixo, se puder ajudar será bem vindo.

http://kingyoterapia.blogspot.com

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo