17 julho 2009

A triste história da mortalidade infantil

Durante os tempos antigos e da Idade Média, a taxa de mortalidade infantil foi de cerca de 200 óbitos por 1.000 nascidos vivos e a mortalidade com menos de 5 anos era cerca de 300 óbitos por 1.000 nascidos vivos.

A taxa de mortalidade infantil (TMI) é o número de recém-nascidos que morrem em um ano divididos pelo número de nascidos vivos durante o mesmo ano.

A mortalidade infantil é calculada pelo número de mortes que ocorrem no primeiro ano de vida para 1000 nascidos vivos.

Em tempos passados, a mortalidade infantil atingia uma considerável percentagem de crianças nascidas mas as taxas têm diminuído significativamente no Ocidente nos tempos modernos, principalmente devido as melhorias nos cuidados básicos de saúde, da alta tecnologia e dos avanços médicos.

A taxa de mortalidade infantil é usada como um dos parametros de avaliações do desenvolvimento de um país. Uma boa fonte para os mais recente IMRs (índices de mrtolidade) bem como das taxas de mortalidade é a UNICEF. Por exemplo, o pior U5MR é 284 de Serra Leoa (Isto é, 28% de todas as crianças nascidas morrem antes de completar 5 anos). Entre os 30 países com maior taxa de mortalidade infantil (U5MRs), 29 países estão na África, a única exceção é o Afeganistão (Ásia), que tem a segunda maior depois de Serra Leoa.

A nível mundial, tanto nos Países Menos Desenvolvidos quanto nos países mais desenvolvidos, a mortalidade infantil diminuiu significativamente entre 1960 e 2001. A taxa de mortalidade infantil mundial desceu de 126 em 1960 para 57 em 2001. Em 2001, a taxa de mortalidade infantil nos Países Menos Desenvolvidos (91) foi cerca de 10 vezes maior do que a dos países mais desenvolvidos (8). Além disso, embora tenha havido uma redução drástica nas taxas de mortalidade tanto nos páises subdesenvovidos quanto nos países desenvolvidos, as reduções dos países menos desenvolvidos são, em média, muito inferiores as dos países mais desenvolvidos.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo