20 maio 2009

Criação de peixes ornamentais ganha adeptos no país

O custo de produção da piscicultura ornamental é muito menor do que a piscicultura de abate. Uma ou duas pessoas, no máximo, dão conta da produção”, disse Lorena, que deixou a criação de peixes para abate para criar peixes ornamentais.


A piscicultora trabalha sozinha. Só usa um cômodo da casa para a criação nos primeiros estágios de vida dos animais, que depois são levados ao sítio do pai dela. A criação de peixes ornamentais começou há cinco anos em Patrocínio do Muriaé. Hoje, são mais de 250 mil peixes vendidos por mês, o que gera uma renda de aproximadamente R$ 200 mil.

Os peixes ornamentais são criados em estufas, que preservam a temperatura da água em torno dos 28º. Assim, ajudam a manter o ambiente mais favorável para o animal e também uma produção que só em uma das propriedades chega a cem mil unidades.

A espécie mais vendida é a beta. Tem a preferência do consumidor porque é mais fácil de ser criado em casa. Dispensa aparelho para oxigenar a água porque vai até a superfície para respirar. Cada beta é vendido por cerca de R$ 1,00, mas chega ao consumidor final custando até R$ 10,00. Quanto mais bonito e raro, maior o preço do peixe.

Fonte G1

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo