08 abril 2009

O estado de conservação das espécies.

O estado de conservação de uma espécie é um indicador da probabilidade de que esta espécie ameaçada continue a existir. Os fatores usados nesta classificação incluem a amplitude de distribuição da espécie, o nível de ameaça a que está sujeita, a variação do tamanho da população, e outros.

Entre as classificações do estado de conservação das espécies animais e vegetais, a Lista Vermelha da UICN,União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais´, é a mais conhecida.

A UICN usa as seguintes categorias:
Extinta Ex: o último representante de espécie já morreu, ou se supõe que tenha morrido. Exemplo Pássaros Dodo, Mamute.


Extinta na natureza EW: existem indivíduos em cativeiro, mas não há mais populações naturais. Exemplo: Dromedário, ararimha azul.

Crítica ou criticamente ameaçada CR: sofre risco extremamente alto de extinção num futuro próximo. Exemplo: Mico Leão Dourado.

Em perigo EN: sofre risco muito alto de extinção num futuro próximo. Exemplo: Arara Vermelha, Tigre.

Vulnerável VU: sofre alto risco de extinção a médio prazo. Exemplos: Chita, camelo-bactriano.

Quase ameaçada NT: ainda não sofre risco de extinção, mas as ameaças sobre ela são crescentes. Exemplo: Elefante.

Segura ou pouco preocupante LC: não sofre ameaça imediata a sua sobrevivência. Exemplo: Garoupa Negra, Pardal.


Fatores que influenciam na classificação das espécies quanto ao estado de conservação:
Tamanho da área de disitribuição: ampla em vários biomas, ampla em apenas um bioma, restrita em um bioma ou micro-região, restrita e microendêmica.

Alterações ambientais: habitat natural com pouca ação antrópica, com moderada pressão antrópica no máximo estradas asfaltadas, habitat natural quase totalmente destruído ou descaracterizado.

Amplitude de distribuição: grande ocorrência em ambientes secundários, sobrevive em ambientes secundários, ocorre em ambientes secundários mas depende de populações em ambientes primários, só ocorre em vegetação primária.


Variação populacional do táxon: é muito frequente ao longo de sua área de distribuição, é frequente, é pouco frequente, é raro.

Variação populacional: populações estáveis ou crescentes, populações declinando a um ritmo lento, a um ritmo moderado, com acentuada redução.

1 Comentário:

Anônimo disse...

Naked pic naked movies celebritynaked

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo