25 dezembro 2008

A Noite de Natal

O nascimento de Jesus não poderia representar para as familias outra coisa senão o amor o carinho e a confraternização. O verdadeiro signifcado do Natal não está nos atos pensados de cada um mais sim na demonstração inconciente do amor e carinho que sentimos pelo próximo, principalmente dentro do seio familiar. Não existe outra data onde as pessoas si sentem tão obrigadas a estar junto aos que amam e agradar os que mais gostam. Isso, acredito eu, que não e somente a obrigação pessoal, é sim a do coração que nos faz reconhecer a importância dos sentimentos.

O ato de comprar presentes para todos, principalmente as crianças, não é a razão principal desse momento, o real motivo é lembrar de quem o ano todo esteve dentro do nosso coração e demonstrar a importância que cada uma dessas pessoas tem para a gente. Levar o presente é importante ,não pelo mesmo e sim pela presença e pela demonstação de que você se lembrou daquela pessoa.

Quem da o presente recebe um maior ainda, o toque de que tem gente vivendo do seu lado, são pessoas importantes pra você e quando a gente tem alguem para agradar a gente tem motivos pra ser feliz e sorrir.

Quem recebe o presente recebe junto o carinho e o amor de uma pessoa que realmente se importa com ela. Então essa pessoa é importante pra alguém e quando a gente é importante pra alguém a gente tem motivos pra sorrir e ser feliz.

O maior presente recebido no Natal é o presente que DEUS nos deu: o poder de amar, ser amado e poder demonstrar espontaneamente sem deveres e obrigações, fuindo livrimente de dentro do peito.

Esse é o verdadeiro Natal Feliz.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo