25 dezembro 2008

A Terra Santa e o sentimento de Natal


A Terra Santa é o nome da antiga terra dos israelitas, hoje incluindo Israel, Cisjordânia (hoje sob ocupação israelita) e partes da Jordânia. A maioria dos acontecimentos bíblicos aconteceram na Terra Santa, que foi prometida ao povo israelita no antigo testamento.

A tradição judaica defende que a Terra de Israel tem sido uma Terra Santa judaica e uma Terra prometida por quatro mil anos, desde o tempo dos patriarcas. A terra de Israel guarda um lugar especial nas obrigações religiosas judaicas, englobando os mais importantes locais do judaísmo, como os restos do Primeiro e Segundo Templos do povo judaico. A Terra Prometida é, de acordo com a Bíblia, a terra de Israel (em Hebreu: Eretz Yisroel), foi prometida por Deus aos descendentes dos patriarcas hebraicos Abraão , Isaac, e Jacó.

Na Cisjordânia encontram-se locais que são sagrados para o judaísmo, o islão e o cristianismo.

Hebrom Em Hebrom, uma das quatro cidades sagradas para os judeus, encontra-se a Gruta de Macpela, onde se acredita estarem sepultados os três patriarcas, Abrãao, Isaque e Jacob, e as suas esposas, Sara, Rebeca e Léia. O local é venerado por judeus e muçulmanos e sobre este ergue-se a mesquita de Ibrahim (Abrãao).

Belém Em Belém ergue-se a Igreja da Natividade, construída segundo a tradição no local onde Jesus nasceu. Na estrada que liga Belém com Jerusalém encontra-se o Túmulo de Raquel.
Em Jericó destaca-se o Monte da Tentação, identificado como o local onde o Diabo tentou Jesus, oferecendo-lhe todos os reinos do mundo.

Belém é célebre, sobretudo, por ser o local de nascimento de Jesus Cristo, cumprindo-se, então a famosa profecia messiânica: “ E tu Belém, terra de Judá, não és de modo nenhum o menor dentre os principais lugares de Judá. Porque é de ti que há de sair o Chefe, que há de pastorear o meu povo, Israel”.

Belém, em sua etimologia judaica significa Casa do Pão. O pão era o principal alimento de Israel, e por isso muito respeitado.
O pão judaico era feito de cevada e com a flor da farinha os israelitas faziam bolos. O pão usado era ázimo, isto é sem fermento, sendo este último apenas um pouco de massa da véspera, posta em reserva. Este pão fermentado era tido como impuro, sendo proibido em algumas festas.
Quando o judeu quer agradecer a Deus pelo alimento concedido é pão que ele leva ao templo.


Nazaré De acordo com o Novo Testamento, Nazaré era a terra natal de José e Maria, e o local da Anunciação, quando Maria foi informada pelo arcanjo Gabriel que teria Jesus como seu filho. Nazaré é também o local onde Jesus passou parte de sua vida, desde quando voltou do Egito em algum ponto de sua infância até os seus 30 anos

Em Nazaré tem inúmeras igrejas, que são suas principais atrações turísticas. As mais importantes celebram eventos bíblicos.
A Igreja da Anunciação é a maior do Oriente Médio. De tradição católica apostólica romana, ela assinala o lugar onde o arcanjo Gabriel teria anunciado o nascimento vindouro de Jesus à Virgem Maria (Lucas 1:26-31).
A Igreja Ortodoxa construiu a Igreja de São Gabriel sobre um sítio alternativo da Anunciação.
A Igreja Greco-Católica Melquita é proprietária da Igreja Sinagoga, localizada sobre o sítio da sinagoga onde, de acordo com a tradição, Jesus pregou (Lucas 4).
A Igreja da Carpintaria de São José ocupa o local onde a tradição diz que funcionava a oficina de José.
A Igreja Mensa Christi, gerida pela ordem religiosa dos franciscanos, celebra o lugar onde Jesus teria feito sua refeição com os apóstolos após a Ressurreição.
A Basílica de Jesus Adolescente, gerida pela ordem religiosa dos salesianos, ocupa um morro próximo à cidade.


Meca, em árabe Makkah (مكة المكرمة, Makka al-Mukkarama). No passado foi chamada de Makoraba, localiza-se a oeste da Península Arábica e é a capital do Hejaz. Tem cerca de 1,7 milhões de habitantes.
Nela nasceu Maomé em 570. É a mais importante de todas as cidades santas do Islam, visitada todo ano por numerosos peregrinos.
Antes que Maomé viesse a pregar o Islam, já era uma cidade santa, com vários lugares de importância religiosa. Dentre eles o mais importante é a Kaaba.
Em 1517 a cidade foi tomada pelos turcos, que a deixaram sob o domínio dos descendentes de Maomé e de seu genro Alí-ibn-Abi-Talib, até que no ano 1916 foram expulsos por Husayn ibn Alí, que mais tarde viria a ser o primeiro rei de al-Hijad.


O Rio Jordão, o povo de Israel atravessou o rio Jordão a seco segundo o Livro de Josué, da Bíblia Hebraica. Também foi atravessado a seco por Elias e Eliseu.
Por intermédio de Eliseu, segundo a Biblia Hebraica, houve dois milagres no Jordão : a cura de Naaman por ter mergulhado sete vezes no rio; e fez flutuar um machado.
De acordo com os Evangelhos, João Baptista desenvolveu a sua pregação nas proximidades do Jordão, onde Jesus foi batizado e não terá sido longe daí que decorreu o período das suas tentações.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo