21 maio 2009

Solo português ameaçado pela desertificação.

Mais de metade do território português corre o risco de ficar deserto e seco nos próximos 20 anos e cerca de um terço já está afetado pela desertificação.

As zonas já atingidas pela desertificação, quer ao nível dos solos, quer da população, são o Alentejo, o interior algarvio e toda a fronteira com Espanha, do Algarve a Trás-os-Montes.

Portugal é um dos países onde a desertificação tem especial relevância e se nada for feito nos próximos 20 anos, cerca de 66 por cento do território pode ficar deserto e seco.

Como causas deste cenário, que ameaça mais de metade do território português, estão o agravamento dos efeitos da seca, os incêndios florestais, o crescimento urbano indevido em terras com potencial agrícola e à degradação dos solos em resultado do mau uso e da poluição.

Cerca de um terço do território já sofre uma grave desertificação, da qual a seca, os incêndios florestais e o despovoamento do interior, devido , são as principais causas.

A aridez dos solos já atinge quase todo o Alentejo e o interior algarvio. O fenômeno não está, contudo, confinado ao Sul do país, todo o interior junto à fronteira com Espanha, do Algarve a Trás-os-Montes, está em risco deserto, com a perda de potencial biológico dos solos e de população.

Fonte DiarioIOL

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo