07 fevereiro 2009

Estudo mostra grande diminuição das geleiras do Artico

Um estudo recente, baseado em satélites de radar altimétrico indica drástico desgaste de gelo Ártico no último inverno. Verificou-se que a espessura do gelo tinha sido bastante constante durante os cinco invernos anteriores. Os pesquisadores foram capazes de destacar generalizado desgaste em áreas abrangidas pelos antigos e jovens gelos.

Este desgaste constitui o mais grave desde que os registros começaram a ser tomadas no início da década de 1990. O estudo realizado por cientistas da University College de Londres, foi publicado na revista Geophysical Research Letters. O trabalho fornece a primeira prova definitiva para a diminuição global do volume do gelo Ártico, afirmam os autores. Os pesquisadores constataram que no inverno passado ( 2007) a espessura do gelo apresentou uma diminuição de uma média de 26 centímetros. O maior declínio foi de 49 centímetros na parte ocidental do Ártico, o que poderia explicar o porque da região ter se tornando relativamente livre de gelo neste Verão, permitindo que ela seja aberta para a navegação pela primeira vez em 30 anos. O recorde de baixa espessura do gelo durante o verão aconteceu quando o tempo não era anormalmente quente.

O presente estudo foi contínuo, para qualquer condição de tempo, dia-e-noite, os dados foram obtidos do radar altímetro da Agência Espacial Europeia do satélite Envisat. O estudo mediu a espessura do gelo de outubro a março de 2007, em mais de metade do Ártico.

As conclusões do estudo podem ajudar a prever o que poderia acontecer com o gelo no futuro. A deflexão da luz solar pela tampa do gelo Ártico poderá ser reduzida, levando a maiores áreas de água, que pode absorver calor. Temperaturas mais quentes, por sua vez, promoverá maior derretimento do gelo . "Cerca de cinco anos atrás, a projeção média para desaparecimento do gelo do mar foi de cerca de 2080", disse o Dr. Laxon. "Mas o gelo mínimo, e esta prova de derretimento, sugerem que o gelo do mar vai desaparecer entre 2030-2040, mas ainda há muita incerteza."

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo