07 fevereiro 2010

Furão de estimação


Os furões têm um corpo longo e fino coberto de pêlo marrom, preto, branco ou misto. tem em média 20 polegadas, incluindo um rabo de 5 polegadas e pesam entre 1,5 e 4 quilos. Os machos são consideravelmente maiores do que as fêmeas.

A gestação é de 42 dias e a cada ninhada nascem de 3 a 7 filhotes. Os jovens são desmamados de 3 a 6 semanas e se tornam totalmente independente em 3 meses. A maturidade sexual pode vir em 6 meses. Expectativa de vida média é de 8 anos.


Eles passam de 14 a 18 horas por dia dormindo e são mais ativos ao amanhecer e anoitecer. Ao contrário dos seus antepassados, as doninha, que são animais solitários, os furões vivem felizes em grupos sociais. Eles são territoriais, escavam e preferem dormir em uma área fechada.

Tal como acontece com os gambás, os furões podem liberar secreções das glândulas anais quando assustado ou com medo, mas o cheiro é muito menos potente e se dissipa rapidamente. A maioria dos furões de estimação nos Estados Unidos são vendidos com suas glândulas anais removidas. Em muitas outras partes do mundo, incluindo o Reino Unido e outros países europeus isso é considerado uma mutilação desnecessária.

Furões são carnívoros. A dieta natural dos seus ancestrais selvagens consistiu de pequenas presas inteiras, ou seja, carne, órgãos, ossos, pele, penas e peles.

A relação proporcional de cães para furões nos Estados Unidos é de 68 para 1.

A maioria dos furões ou são albinos, com a pele branca e olhos cor de rosa, ou apresentam a coloração escura mascarado típico de seus ancestrais selvagens, as doninhas. Nos últimos anos, no entanto, os criadores têm produzido uma grande variedade de cores e padrões.

Os furões podem abrir armários ou portas que não estão bem fechados, sendo que muitos criadores tomam medidas no sentido de adquirir fechaduras usadas com o fim de proteger crianças, colocando os objectos considerados perigosos em locais altos e fora do alcance do animal.

São considerados ótimos parceiros de atividades em jardins e gostam especialmente de "ajudar" seus donos nessa tarefa, embora não devam ser permitidos andar sem vigilância, uma vez que não sentem medo de nada, a ponto de entrarem em situações eventualmente perigosas. Ao serem levados para fora, necessitam sempre de vigilância, de preferência sendo presos por coleiras especialmente preparadas para furões.

Os furões são extremamente entre si, entregando-se às brincadeiras e atividades com outros furões com bastante facilidade. São considerados monogâmicos, sendo que, é comum observar que, após a morte de um dos elementos do casal, o animal sobrevivente freqüentemente morre passados alguns dias, provavelmente por motivos de solidão ou depressão. Por esta razão, os principais criadores recomendam a colocação de três animais juntos como forma de evitar a morte por solidão, sendo que, no entanto, a criação de animais solitários é possível desde quando acompanhada de perto com bastante atenção e disponibilidade.
”Saiba Saiba mais sobre Ani mais de estimação

1 Comentário:

Suziley disse...

Belo blog! Adorei!! Parabéns!
Vou acompanhar e seguí-lo.
Um abraço,
Suziley Silva.
http://arslitterayelizus.blogspot.com

Postar um comentário

Seja bem vindo ao Blog do Planeta.
Obrigado pela atenção dedicada.
Espero que tenham gostado do nosso conteúdo.
Fique a vontade para comentar.
Caso tenha problemas no comentário use o formulario logo abaixo.
Obrigado!
Cleisson

Referências e Tráfego
PageRank
Redes Sociais
Apoio

  © Planeta do Bem - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo